Rápidas no reino dos Blogs e CMSs

logo-wordpressDepois de dois atrasos no lançamento do WordPress 2.5, que estava novamente previsto para ser lançado ontem, a Automattic finalmente disponibilizou o WordPress 2.5 RC (release candidate) no seu blog oficial. Como eu já havia conferido em uma versão baixada no Trac, e pessoalmente não gostei, o backend foi completamente redesenhado e o sistema conta com algumas melhorias que podem ser conferidas neste post.

logo-drupallogo-joomlaO Drupal e o Joomla são considerados os dois principais CMSs open source do momento e a comunidade de ambos vive trocando farpas. O site All Drupal Themes publicou os resultados da comparação de desempenho entre as últimas versões de cada um (Joomla 1.5 & Drupal 6.1). Parece que o Drupal ganhou disparado, vale a pena conferir.

logo-movabletypeE falando em farpas, o pessoal da Movable Type e do WordPress estão se pegando nos últimos dias. Tudo começou com um post publicado no blog da Movable Type com o título “Movable Type: A WordPress 2.5 Upgrade Guide” onde o autor sugeria a mudança para o sistema MT ao invés de fazer upgrade para a nova versão do WP, que parece não ter agradado a todos. O pessoal da Moveble Type, que se converteu para open source há 9 meses atrás (too late) resolveu jogar pesado e acabou despertando a indignação dos desenvolvedores do WP. Matt Mullenweg, um dos desenvolvedores fundadores do WordPress, respondeu muito bem a provocação.

logo-textpatternE para quem busca outras opções de Blog/CMS, vale a pela conferir o Textpattern, que apesar de ter uma comunidade bem menor e ser um sistema pouco atualizado, é muito prático e eficiente para quem procura por uma solução simples e sem muitas frescuras, que possa ser utilizada tanto como ferramenta de blog, como também CMS out of the box. A última versão do sistema, lançada dia 3 de fevereiro, é a 4.0.6

Vamos manter as aparências

Estou muito triste, o cara do post Arquitetura Ecológica foi expulso de sua casa como uma praga, escorraçado selvagemente. Na última sexta feira (14-03-08) eu passei pelo local onde ficava a sua casa e estava tudo espalhado, todo o entulho que ele havia reunido brilhantemente para construir sua casa estava novamente disperso e desorganizado. Até o momento eu não sabia o que havia acontecido. No sábado resolvi fotografar os entulhos para colocar no meu blog e quando lá cheguei havia dois homens uniformizados limpando o local. Naquele instante apareceu um amigo meu e me falou que no dia anterior os homens da prefeitura chegaram lá, entraram no terreno e foram derrubando a casa sem nem ao menos perguntar se havia alguém dentro. O morador, assustado com a demolição, simplesmente saiu correndo, apavorado com a ação dos homens truculentos. Fiquei muito triste e até cheguei a pensar que tinha uma parcela de culpa, por ter divulgado neste blog a construção da casa dele. Mas é mais fácil que o culpado tenha sido o Cacau Menezes, que mostrou e condenou a construção no programa dele (me falaram, mas nem sei qual é o programa dele) e publicou em seu blog algumas fotos de um morador insatisfeito, que achava melhor os ratos ao humano morando no local. E para onde foi o morador? Alguém se importa? Existe serviço social, a preocupação de encontrar outro local para que ele possa morar? Oras… este não é um blog de piadas, não é verdade? Vamos colocar a sujeira bem guardadinha debaixo do tapete. Aquele sujeito pode bem encontrar uma bela favela para morar, onde é o lugar dele. Opções não faltam nesta região maravilhosa. Uma bela região como é o Kobrasol, cidade vertical que cresce cada vez mais, não poderia aceitar um morador assim, tão fora de sintonia, com sua arquitetura extravagante, sem conta bancária ou mesmo um corte de cabelo decente.

Uma foto, dois links e uma ilustração

Ah, escrever em um blog regularmente é uma destas acrobacias difíceis. Os milhares de leitores ávidos pelas suas imagens e palavras, incomodando você dia e noite, clamando por novidades através do e-mail, telefone, FAX e até mesmo telegrama e tele mensagens, scraps e mensagens de texto no celular (que não tenho). Portanto, aí vai uma foto de minha autoria, lá do meu Flickr, dois ótimos links e uma ilustração do livro English Book Illustration, by Philip James, ilustrando um limerick de Edward Lear. Boa diversão e saibam que amo vocês (uma lágrima de emoção escorre do meu olho esquerdo).

lagarta na cenoura

Puddleblog é o blog de uma poça d´água situada em New York. Faça chuva ou faça sol, a poça está sempre lá.

Tripas é um dos blogs parentes do Bruxismo e nas palavras do próprio autor “pretende falar sobre as tripas da trindade (em floripa), aquilo que corre e ocorre dentro do abdômen do bairro, ocultas, barulhentas, sólidas ou líquidas.”

grasshopper

There was an Old Person in Black, a Grasshopper jumped on his back;
When it chirped in his ear, he was smitten with fear,
that helpless Old Person in Black.
Edward Lear (1812-1888) More Nonsense. 1872

Modernista! is not for everyone

logo modernistaQuando você clicar no link da Modernista! vai achar que ocorreu algum bug no carregamento da página, mas então surge uma mensagem bem ao lado do pequeno menu vermelho, na parte superior esquerda do monitor: “Don’t be alarmed. You are on the new Modernista! site. Feel free to browse using the menu to the left. Have fun!” Passando o mouse por “wrk” você tem acesso ao portfolio da agência separado em 3 categorias: print, TV e web que utilizam respectivamente o Flickr, o YouTube e o del.icio.us para apresentar os trabalhos da agência. Quando você visita o site digitando o endereço diretamente no navegador a Wikipedia também é utilizada, mostrando o artigo que fala sobre a Modernista!

Sim, é um conceito pioneiro de navegação e utilização de recursos. Afinal, para que pagar por um servidor potente para hospedar suas imagens e principalmente seus vídeos, se estes serviços já existem gratuitamente na rede? E o melhor, cada um deles é visitado e utilizado por uma comunidade especializada e ávida por novidades, que utilizam suas respectivas ferramentas de busca quando querem encontrar algo. Assim, a agência multiplica as possibilidades de ser encontrada e de divulgar o seu trabalho através destas ferramentas, que já são marcas conhecidas e consagradas. Mas também é uma abordagem ousada e pode até espantar clientes menos descolados, mas como a própria agência deixa claro no ab.ou.t: Modernista! não é para todos!

Os dissidentes contra-atacam

[one-fourth-first]É claro para mim que a Internet será um canal fortíssimo para fortalecimento do poder dos cidadãos chineses a médio prazo. É impossível nos dias de hoje uma economia com a potência e o crescimento exponencial da China ainda tentar manter as rédeas sobre a rede. Tentam, mas não conseguem, pois a profusão de serviços oferecidos aos “dissidentes” do regime permite a estes “rebeldes” chineses consumir e produzir o mesmo tipo de conteúdo produzido em outras partes do supostamente mundo democrático. Trocar idéias, escrever e ler textos proibidos. Não dá mais pra esconder o resto do mundo dos chineses.[/one-fourth-first]

[one-fourth]Atualmente cerca de 14% da população chinesa utiliza a Internet, por isso não podemos criar ilusões a respeito da “munição” que a rede pode suprir na discussão pela falta de liberdade de expressão e outros problemas do sistema hibrido que se tornou a China, onde a produção de capital depende do controle do indivíduo (sim, isso também ocorre nos mesmos paises que atacam e criticam a China). Mas também é verdade que estes 14% vivem nos grandes centros, nas áreas metropolitanas e por isso tem mais condições de ecoar as suas vozes, mesmo que internacionalmente, como no caso do novo processo contra o Yahoo, o segundo, alavancado por uma jurisprudência e um acordo milionário fora dos tribunais que provavelmente farão o Yahoo se arrepender.[/one-fourth]

[one-fourth]Então nós chegamos a outro detalhe importante da transformação chinesa. As mesmas grandes empresas que defendem a disseminação de informação, liberdade de expressão e a privacidade dos seus usuários/clientes, pratica diametralmente o oposto na China com o argumento de que precisa respeitar as políticas diferentes de cada país. Ora, nós sabemos muito bem que na verdade o que interessa são os lucros do Yahoo e de outras marcas fortes da Internet, que interessadas no crescente mercado chinês, resolveram não ficar de fora e descaradamente deram o aval ao Sr. Jintao, que apesar de tentar parecer um liberal, é visto atualmente como um linha-dura no que diz respeito à censura da mídia chinesa e outras políticas reformistas.[/one-fourth]

[one-fourth]Mas, acredito que a médio prazo a sede por mudanças e esse novo recurso dos chineses de brigar nos tribunais internacionais, onde ficam as matrizes dessas mesmas campainhas que poderiam ser os instrumentos para as tão desejadas reformas na China, farão toda a diferença. Mais do que o prejuízo com encargos legais e as indenizações, as grandes marcas da web não desejam arranhões na sua reputação.[/one-fourth]