Bride & Prejudice

EUA / Inglaterra – 2004
Direção: Gurinder Chadha
Roteiro: Jane Austen (romance) / Paul Mayeda Berges
Mãe indiana tenta desesperadamente casar suas quatro filhas. Sem comentários, um dos piores filmes que já assiste nos últimos tempos. Não entendo como entrou na lista de filmes exibidos 29a Mostra de Cinema de são Paulo. Além disso, mais uma demonstração de que é extremamente perigoso acreditar na pontuação de filmes do IMDB.

The Life Aquatic with Steve Zissou

2004 – EUA
Direção / Roteiro: Wes Anderson
A história do egocêntrico explorador e produtor de documentários submarinos Steve Zissou. Como já atesta a resenha do IMDB, este filme é uma porcaria. Resolvi assistir este filme, pois adorei “The Royal Tenenbaums”, do mesmo diretor, mas parece que dessa vez ele falhou. Piadinhas sem graça, péssimas atuações, péssima trilha musical, incluindo as atuações do deslocado cantor brasileiro Seu Jorge (Pelé dos Santos!?) fazem desse filme uma verdadeira porcaria. Se você gostou da Família Tenenbaum não assista este filme, caso contrário seu conceito sobre o diretor vai parar na lata do lixo.

Politiki Kouzina

2003 – Grécia / Turkia
Direção / Roteiro: Tassos Boulmetis
Um belo filme que nos ajuda a entender um pouco da história da Grécia e da Turquia e associa toda à vida aos prazeres da cozinha, dos temperos. Fanis e sua família foram expulsos da Turquia para a Grécia em um momento de grande atrito entre os dois paises. Seu pai é grego e sua mãe é turca. O garoto precisa deixar para trás a cidade de Constantinopla, seu primeiro amor e seu avô, um exímio conhecedor dos temperos e dos seus efeitos no comportamento das pessoas.

Donnie Darko

2001 – EUA
Direção / Roteiro: Richard Kelly
Mais um filme explorando a idéia de laços temporais e congêneres. Donnie (Jake Gyllenhaal) é um problemático jovem de uma típica família americana de classe média. Numa certa noite um macabro visitante vestindo uma fantasia de coelho surge em seu quarto. Vindo do futuro o coelho informa a ele sobre a proximidade do fim do mundo. Durante a noite Donnie escapa miraculosamente da queda de uma turbina de avião em seu quarto – sem que as autoridades descubram onde está o avião. A partir deste inciente, conceitos religiosos e científicos são utilizados para construir uma emaranhada sucessão de fatos, que são seguidos por Donnie, como se seu destino já estivesse traçado. O macabro coelho induz o protagonista a tomar atitudes extremas, que parecem ser pontos chaves da realidade de Donnie e supostamente podem salvar a ele, aos seus, ou toda a realidade conhecida.

Torremolinos 73

2003 – Espanha / Dinamarca
Direção / Roteriro: Pablo Berger
Alfredo (Javier Cámara) é um vendedor de enciclopédias que sofre as mudanças no mercado quando as enciclopédias passam a ser vendidas em forma de fascículos nas bancas de jornais. Sua mulher Carmen (Candela Peña) trabalha de manicure e sonha em ter filhos. Sem dinheiro e quase perdendo o emprego Alfredo aceita a proposta do chefe (Juan Diego) de fazer filmes dele e da mulher durante o ato sexual, para supostamente licenciar para uma empresa escandinava interessada em estudar os hábitos sexuais de casais de outros países. O negócio dos filmes prospera e Alfredo resolve escrever Torremolinos 73, seu primeiro longa metragem inspirado no trabalho de seu ídolo Ingmar Bergman. Seu chefe aceita bancar a empreitada, mas infelizmente para Alfredo, as coisas acabam não saindo como ele esperava.